A minha experiência no International Master BIM Manager e outras BIMexperiences.

A primeira vez que ouvi falar sobre BIM foi em 2013, quando um colega veio me apresentar o “BIM para projetos hidrossanitários”. Era o Revit MEP na parada. (Olha como eu estava atrasado, leitor. O Revit surgiu em 2000). Estava cursando a disciplina de Instalações Hidráulicas Prediais e achei aquilo fantástico. Modelar tridimensionalmente e analisar as tubulações em uma ambiente que produzia desenhos automáticos. Aquilo era “mesmo que queijo” * (comentário da editora: não faço idéia do que isso quer dizer, mas suponho que ele quis dizer “Mara”).

Comecei então a usar o Revit Architecture para auxiliar meu tio, engenheiro da família, na modelagem de alguns de seus projetos. Tudo era experimental e eu comecei a
gostar do negócio. Foi então quando fui contemplado com uma bolsa para estudar nos EUA. Long Short Story, no país pioneiro em Modelagem de Informação da Construção, procurei todas as disciplinas da Universidade que tivessem alguma relação com BIM. De início, não pude cursar nenhuma devido aos pré-requisitos, mas não desisti. No verão, entrei em contato com vários pesquisadores da área e consegui a honra de ter a professora Burcu Akinci como minha orientadora em uma pesquisa de verão na Carnegie Mellon University. Foi um período fantástico, onde trabalhei no laboratório da IBM na CMU. Fiquei encantado com tanta tecnologia.

Após o verão de 2014, voltei para a ASU para dar início ao meu segundo semestre. Foi então que conheci o Steven Ayer, grande professor da Arizona State University na qual tive a oportunidade de aprimorar os meus conhecimentos em Revit, Navisworks, Solibri, processos e tecnologias BIM.

Lembro que alguns colegas americanos reclamavam que a disciplina Construction Project Management deveria ser renomeada para “BIM, that’s it!”. Estudamos, por 1 semestre, BIM, Lean Construction e LEED. Afinal, quer algo melhor para uma disciplina de gerenciamento de projetos de construção? Foi lá onde fiz o meu primeiro BIM Execution Plan (BEP).

Foi então que achei minha paixão! BIM seria uma forma de melhorar os processos, criar uma construção mais sustentável e trazer lucros maiores para os construtores. Como eu sempre quis ter a minha própria construtora e amava otimização, ali estava a solução de parte dos meus problemas. Virei um “BIM-Addicted”.

A minha experiência nos EUA foi só o começo, e de volta ao Brasil comecei a buscar maneiras de manter o nível de estudo BIM que eu estava acostumado (comparar o Brasil com os EUA nesse aspecto é frustrante). Saí de Modelagem de Informação da Construção para o desenho à mão na disciplina Concreto I. Vocês devem imaginar a angústia e frustração que fiquei. Não adiantava reclamar, confiei na grade curricular do meu curso e concluí os meus estudos (sempre sabendo que existia uma forma melhor de se fazer aquilo) – “IMHO”.

Foi ai que conheci o Alan Araújo, que me abriu as portas na ProjetoACG. Veio então o Autodesk University Brasil, CONBIM, BIM International Conference em São Paulo e Lisboa, enfim, uma coisa puxou a outra. O Alan foi um dos impulsionadores da minha carreira e sou muito grato a ele.

Apesar de tanto envolvimento com o famoso BIM – que minha mãe não entendia nem o que era e sempre achava que eu estava estudando algo que não existe – eu senti que precisava de mais capacitação. Afinal, era um BIM-workaholic, né?

Foi aí que entre diversas pesquisas sobre especialização e mestrados em BIM descobri a Zigurat Global Institute of Technology. Não pensei duas vezes após conhecer o conteúdo e os professores envolvidos no International Master BIM Manager. Me matriculei e no início de 2016 já estava super empolgado com tanto conteúdo.

Como ainda estava no último período da graduação, o curso online me deu a oportunidade de estudar nos intervalos das aulas. Eu só precisava de dedicação e disciplina. Mas isso não era problema se tratando de um conteúdo que até a minha namorada tem ciúmes. (hahahah estou errado, Laysa Maria?). Afinal, eu só falo de BIM o tempo todo.

Muitas pessoas me perguntavam o que o curso abordava, se valia a pena, quais as limitações e pré-requisitos, etc. Por isso, resolvi escrever um pouco sobre a minha experiência rumo à formação de BIM Manager.

Em resumo, o Master BIM Manager, em língua Portuguesa, visa a aquisição de competências BIM de coordenação, interoperabilidade, de implementação e gestão de todos os processos BIM. O único pré-requisito é que no final do curso (que dura 18 meses) você já esteja com seu diploma de graduação em mãos. Simples, né?

  • E quais as características do curso?

O curso é feito 100% online, só assim podemos experimentar realmente uma experiência de trabalho colaborativo com profissionais de qualquer lugar do mundo. Para isso, usamos ferramentas de comunicação e gestão de projetos como Podio, Revit Server, Moodle, entre outras.

Nos trabalhos colaborativos que pude participar estavam presentes engenheiros e arquitetos de todos os lugares do Brasil e também de outros países. Mesmo não tendo a oportunidade de conhecê-los pessoalmente, aprendemos a trabalhar de forma integrada.

  • Existem aspectos negativos em trabalhar exclusivamente online?

Claro, sempre existem dificuldades. Mas nada que uma equipe comprometida e unificada não resolva. É necessário uma mudança de mentalidade!

No curso, temos ainda a possibilidade de construir a nossa própria biblioteca de materiais, livros de estilo e BIM Execution Plan (BEP). É o início da padronização dos nossos projetos.

Ao final do curso, somos estimulados a trabalhar como consultores, desenvolvendo competências em gerenciamento de estratégia corporativa. Além disso, trabalhamos com a Gestão de Facilidades (FM). Com isso, aprendemos sobre o mercado de Real State.

Outros tópicos envolvidos são a utilização de normas e BIM Mandates, a gestão de pessoas e, claro, a modelagem avançada de objetos em multiplataforma.

O curso te dá a oportunidade de escolher dois entre os quatro softwares de modelagem disponíveis. São eles: Allplan, Revit, AecoSIM e ArchiCAD.

  • Artur, e se eu quiser estudar os 4 softwares?

Sem problemas, se você tiver uma super dedicação você vai conseguir. Mas já te adianto que é tanto conteúdo que querer abraçar o mundo pode não ser a melhor escolha. No meu caso, optei por Revit e Allplan.

  • Artur, e a equipe técnica do curso, é boa?

Vou responder essa pergunta citando os profissionais envolvidos e então vocês poderão tirar suas próprias conclusões.

Diretor Acadêmico do Curso: José Carlos Lino

Codiretor: Gustavo Ferreiro

Coordenador: Daniel Félix

Professores: Decio Ferreira, Silvio Kimura, Francisco Reis, Cláudio Lima, David Oliveira, Rafael Maccheoronio, Bruno Caires, Paula Assis, Carlos Paiva, Miguel Azenha, Sérgio Leusin, Nuno Pires, Eduardo Toledo, Vanessa Tavares, Abram Belk, João Pedro Poças Martins, Kléos Magalhães, Leonardo Manzione.

É, acho que é uma equipe e tanto, não é?

  • Artur, então eu vou aprender tudo sobre BIM?

Ai só depende de você. Material e orientação não vai faltar, mas é fácil achar desculpa e culpar os outros por uma obrigação que é apenas sua: APRENDER!

  • Quais são os softwares abordados?

Vários: Allplan, Revit, AecoSIM, ArchiCAD, CYPE, Navisworks, VICO, Tekla, DDS-CAD MEP, etc.

Mas sendo bem sincero, não se preocupe tanto com software, você como um BIM Manager vai trabalhar muito mais com processos e gestão de informação. O software é apenas uma pequena porção do todo. Afinal, é um Master BIM Manager e não um curso de Revit.

  • Então eles não ensinam a usar o Revit, por exemplo?

Não foi isso que eu quis dizer. O professor de Revit que tive me ensinou tantas dicas de modelagem que eu nem sei como comentar. Só adianto que o meu professor era o Decio Ferreira. Acho que não precisa mais explicações. Mas respondendo de forma mais direta: SIM, você vai aprender a modelar o que quiser!

  • Preciso comprar os softwares?

Não, o Master BIM Manager te fornece a licença dos softwares. Algumas licenças serão fornecidas por um período mais curto, como o VICO, DDS-CAD, CYPE, etc. Entretanto, aqueles programas principais que já citamos (Revit, Allplan, AecoSIM e ArchiCAD) serão disponibilizados durante todo o período do processo colaborativo.

  • Você poderia exemplificar alguns trabalhos que já realizou no curso?

Sim, claro. Seguem algumas imagens: 

Modelagem do Edifício Tesla no Allplan

Renderização da cozinha do Prédio TESLA no Autodesk Revit

Renderização do Prédio TESLA no Autodesk Revit

Criação de família de objetos paramétrica usando o Autodesk Revit.

Desenvolvimento do Livro de Estilo da Torre Olímpica de Maputo

Trabalho Colaborativo Através do BIMCollab (BCF).

Detecção de Conflitos e Code Checking usando o Solibri Model Checker

Estarei disponível para fazer um LIVE tirando dúvidas sobre o Master BIM Manager. É só deixar seu comentário abaixo que se tivermos o número suficiente de pessoas interessadas, faremos a conferência.

E para finalizar, gostaria de te dar uma notícia muito interessante. Como a nossa missão como BIMExperts é difundir o BIM no Brasil, fizemos uma parceria com a Zigurat para te oferecer até 25% de desconto no International Master BIM Manager em língua portuguesa. Gostou?

Entre em contato conosco por email, no facebook ou através das nossas redes sociais. Vamos ter um prazer em te auxiliar e tirar todas as suas dúvidas.

Um forte abraço e um BIM dia pra você.

Artur Feitosa

Artur Nóbrega Bessoni Feitosa, Pessoense, é Engenheiro Civil formado pela UFPB e discente do International Master BIM Manager (Zigurat Global Institute of Technology). Atualmente é Coordenador BIM da Construtora Avante, BIMExperts e trabalha como Instrutor no centro de treinamento Autodesk -ProjetoACG - João Pessoa-PB. Foi bolsista da CAPES pelo programa ciência sem fronteiras onde estudou nas seguintes universidades: Rider University (ELI), Arizona State University (Civil Engineering) e Carnegie Mellon University (Research - BIM). Em 2016 palestrou no AU Brasil - São Paulo, mesmo evento em que obteve a sua certificação profissional (Autodesk Revit Structure 2015). Seu forte é Building Information Modeling e sua paixão é o empreendedorismo. Mais informações e contato: https://about.me/arturfeitosa LinkedIn: https://br.linkedin.com/in/arturfeitosa

4 comentários em “A minha experiência no International Master BIM Manager e outras BIMexperiences.

Dúvidas, sugestões ou comentários?

Translate »
%d blogueiros gostam disto: